Foto da bandeira do orgulho gay com a multidão ao fundo | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

1ª Parada Cultural LGBT de Londrina: festa de celebração da diversidade!

1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | “LGBTfobia - Que nosso amor seja maior que o teu medo de amar"

Na tarde do último domingo, 3 de setembro, milhares de pessoas participaram da 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina.

Organizada pelo Movimento Construção, a parada teve como tema: “LGBTfobia - Que nosso amor seja maior que o teu medo de amar".

Um evento de magnitude, embalado pela força, brilho e alegria de milhares de pessoas bradando em uma só voz que o que vale mesmo é o amor e o respeito.

A diversidade do evento estava estampada em seu público. Gente de todas as idades, jovens, senhoras, senhores, famílias inteiras, gente de todos os credos, etnias e minorias lado a lado. Aos poucos, a cidade ia sendo pintada com as cores do arco íris.

Imagem de uma família homoafetiva | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

Filha segura cartaz ao lado de suas duas mães

O som potente do trio elétrico deu o tom da festa. Seis DJs (Carol Branco, Jô Moreno, Mari Marques, Paola Ruus, Rafael Lepri,
Rick Carlos) se revezaram nas pick-ups.

O evento, capitaneado por Melissa Star, contou ainda com apresentações ao vivo. Débora Menck e Dan Murata foram alguns dos destaques. Houve também performances de drag queens convidadas.

Além do vasto público local, caravanas de todo o Paraná e de cidades do interior de São Paulo vieram a Londrina prestigiar a Parada.

Após a concentração no calçadão, que teve início por volta das 14h, o público saiu em caminhada pelas ruas. A multidão passou pelas ruas Pernambuco e Pio XII, seguindo pela avenida Higienópolis até o Anfiteatro do Zerão. Lá, a festa se estendeu até às 21h.

Imagem de participantes da Parada LGBT deixando o calçadão rumo ao Zerão | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

Multidão desceu a rua Pernambuco em direção à av. Higienópolis. O destino final foi o Zerão.

Com a chegada do trio elétrico no Anfiteatro do Zerão, por volta das 16h, a festa foi completa. O público se aglomerou nas arquibancadas formando um verdadeiro mar de gente.

Segundo os organizadores da 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina, cerca de 4 mil pessoas participaram do evento.

Já a PM estimou em 3 mil o número de participantes.

Com muita música, descontração, atrações especiais e falas dos representantes dos movimentos LGBT, a 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina foi uma festa de celebração da diversidade e luta contra a LGBTfobia.

O evento foi um sucesso e um momento histórico para a cidade. Com certeza, depois deste evento, Londrina nunca mais será a mesma!

A ALIA na 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina

A ALIA esteve presente na 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina, fazendo a cobertura do evento através da sua fanpage no Facebook.

Foram publicadas lives e fotos do público durante o desenrolar da festa, que teve uma atmosfera de paz e alegria do início ao fim.

Montamos uma tenda no gramado do Zerão para a exposição de nossas canecas colecionáveis para venda. Além das canecas, distribuímos a cartilha Jovens & Vulnerabilidades (baixe versão e-book AQUI), lubrificantes e preservativos masculinos e femininos.

(Curtiu muito a Parada e não conseguiu ir na tenda da ALIA comprar uma caneca? Clique AQUI!)

Foto da tenda da ALIA na Parada LGBT | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

Tenda da ALIA na 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina - Zerão

Foto das canecas ALIA e preservativos para distribuição | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

Distribuição de preservativos e lubrificantes e venda de canecas na tenda da ALIA - Zerão

Pontos negativos

A 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina foi uma festa linda como há tempos não se via. Não foi registrado nenhum incidente grave envolvendo o público presente.

A organização do evento merece um parabéns especial, pois a preocupação com os resíduos deu resultado. Tanto no trajeto (a organização espalhou vários sacos de lixo pelo percurso) quanto no Zerão não vimos lixo espalhado.

Os únicos destaques negativos foram protagonizados por alguns moradores de prédios do calçadão. Ovos e água foram atirados no público, sem registro de feridos.

Mesmo assim, as tentativas de agressão não espantaram a alegria contagiante do evento. A cada ovo atirado o público não revidava a grosseria e ainda levava na brincadeira gritando "taca frito". 

Uma crítica realmente importante que deve ser feita é sobre o nítido descaso do poder público local em relação ao espaço onde o evento aconteceu.

Uma verdadeira montanha de entulhos jazia ao lado direito do palco Anfiteatro do Zerão e sabe-se lá porquê não foi retirada antes da realização do evento.

Foto de entulhos ao lado do Anfiteatro do Zerão | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

Entulhos ao lado do Anfiteatro do Zerão não foram retirados pelo poder público

Os restos de obra, além de deixarem o ambiente feio e sujo, colocaram a integridade física dos participantes em risco. O entulhos estavam amontoados em uma área de passagem com alto fluxo de pessoas.

No entanto, esses pequenos incidentes não foram suficientes para tirar o ânimo e brilho do público, que permaneceu dançando e curtindo a festa até o final da noite.

A 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina é uma conquista dos cidadãos e do movimento LGBT

O movimento LGBT de Londrina e o Movimento Construção encabeçaram a organização da 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina.

O evento contou com a participação e o apoio de movimentos da esquerda local, de representantes dos movimentos negros, da Umbanda, de grupos de maracatu, de voluntários e entidades ligadas à defesa dos Direitos Humanos e à Igreja.

Um grupo de pessoas ligadas a uma igreja evangélica local também atuou distribuindo água e ajudando a socorrer aqueles que abusaram um pouco das bebidas alcoólicas na tarde quente de inverno.

A prefeitura de Londrina também apoiou o evento. A Parada LGBT contou também com o suporte da CMTU na organização do trânsito e da Guarda Municipal, PM e Bombeiros garantindo a segurança do evento.

Foto de uma multidão em torno do trio elétrico | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

A multidão ocupou o Anfiteatro do Zerão ao som do trio elétrico

A 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina cumpriu com o seu objetivo de alertar a sociedade para o combate à LGBTfobia. O recado foi dado numa festa pacífica, com a presença de famílias e pessoas de todas as idades, raças, crenças e orientações sexuais.

Foi dado um grande passo para a discussão sobre os direitos da comunidade LGBT, o respeito e a tolerância à diversidade em Londrina.

A ALIA não só apoia como incentiva e faz parte do movimento LGBT em Londrina, atuando na prevenção contra o HIV/Aids e IST e na promoção da saúde sexual.

Que venha a 2ª Parada Cultural LGBT de Londrina, estaremos lá!

Foto noturna da multidão ocupando as arquibancadas do Zerão | 1ª Parada Cultural LGBT de Londrina | Blog da ALIA

A festa se estendeu até a noite

Se você gostou deste artigo, pode nos ajudar a continuar na luta contra o preconceito e a LGBTfobia. Seja nosso ALIADO!

→ Compre nossas canecas colecionáveis clicando AQUI.

→ Se preferir, faça uma doação de qualquer valor clicando AQUI.

→ Ou então, baixe gratuitamente nosso e-book Jovens e Vulnerabilidades clicando AQUI.

Até o próximo post!

Posted in Uncategorized and tagged , , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *